quinta-feira, maio 04, 2006

Recordar o passado

Não! Não pensem que ando nostálgica! Nada disso!
Simplesmente achei que as minhas amiguinhas virtuais, deviam saber um pouco mais da minha história de vida. Quando comecei este blog, comecei a falar de um passado recente, resumi a minha história ao último ano da minha vida, ao inicio da minha luta desigual. Acho que agora, alguns meses passados sobre esse inicio, talvez seja interessante saberem como nós chegamos aqui.
Talvez pareça dificil acreditar, mas a nossa história começou há 19 anos atrás, considerando que eu tenho 35 anos, façam as contas... Conhecia aquele que viria a ser meu namorado há algum tempo, e juro-vos que nunca, jamais, em tempo algum, me passou pela cabeça sequer vir a namorar com ele.
Ele era um rapaz pacato, timido, eu era toda exuberante, super popular, fazia parte daqueles grupos que todos querem pertencer e só poucos pertencem... Naquela altura achava eu porque erámos melhores que os outros, hoje sei que não passávamos de uns putos mimados e palermas, com a mania que erámos muito espertos.
Era irmão de 2 rapazes desse grupo, mas não tinha nada a ver com eles (ainda bem!), era tipo o patinho feio da família. Eu achava o rapaz um verdadeiro homem das cavernas, porque ele estava sempre enfiado em casa e ficava envergonhado por tudo e por nada. Gostava deles mais vistosos, populares e sobretudo cobiçados...
Vim a descobrir depois, que ele também achava que eu era uma grande parva, porque andava sempre de nariz erguido com aquele grupo de betinhos, que não passavam de uns palermas.
Começamos a falar por acidente (no sentido literal da palavra), e a nossa amizade foi crescendo, crescendo, e de Outubro a Fevereiro decidimos começar a namorar. Não foi premeditado, não houve o pedido... simplesmente sabíamos que não fazia mais sentido sermos um sem o outro.
Tinha eu 16 anos e ele 17. A partir de Fevereiro começamos aquilo que viria a ser (pensávamos nós) a maior aventura das nossas vidas. Alguém disse um dia que o amor é como a metade de uma laranja, se partirmos várias e as misturarmos, depois temos dificuldade em encontrar para cada uma a metade respectiva, confesso que achei gira esta metáfora. E, se isto é verdade, confesso-vos que em várias ocasiões, tive a certeza de ter encontrado a minha metade!
Nem tudo foram rosas, evidentemente, ao longo de 10 anos de namoro existiram discussões, arrufos, términos, etc. Mas ao fim de 10 anos decidimos casar, não porque não sabíamos o que fazer mais ou porque era a única solução viável, nada disso! Mas o meu pedido de casamento contarei em outra ocasião!
Beijos a todas

11 comentários:

Bacokinha disse...

10 anos a namorar? Como eu! E que se sigam outros 10, e 10, e 10!

Um beijo grande
Bacokinha

PS: Fico à espera de saber como foi o pedido de casamento! O meu foi na praia, ao final de 10 anos de namoro, e casamos em 3 meses! :)
Rapido não? Ehehehehe

Tânia disse...

à quem se apaixone à primeira vista e quem precise passar mil vezes, tb foi o que me aconteceu.


Beijinhos

Alexandra disse...

Amiga,
Realmente, foi um amor de toda uma vida! Eu fui muito namoradeira eh eh eh...e só conheci o meu marido já com 23 anitos.
Gostei muito de conhecer mais um bocadinho sobre ti e fico à espera de saber mais sobre o pedido de casamento!
Beijocas!!
Alexandra

Mariazinha disse...

OLá !!!

Como sempre a melhor parte tinha de ficar para outra altura :O) :O) :O)

Fico há espera ;O)

beijos

kitty disse...

Uma história muito bonita!
Goastei do teu cantinho, voltarei a visitar-te!
Beijinho

Lita disse...

O amor aparece quando menos se espera!!! Às vezes procuramos longe por quem está afinal tão perto.
Obrigada por partilhares um pouquinho de ti.

Beijinhos,
Lita

*CC* disse...

Olá,

às vezes é assim mm o Amor vem de onde menos esperamos, eu sempre disse entre amigas eu com um louro de olhos azuis?!!??, Nem pensar e olha ao fim de 9 anos de namoro casei com um.

Beijocas
CC

Tiquinha disse...

Linda, é lindo!!!( a 1º vez que vi o tico tb me assustei e benzi-me 3 vezes...olha o que deu) Estou a tua espera para montar a guarda lá ao sitio!!!
Faltas-te tu hoje!!!
beijos

Bem Me Queres disse...

Eu namorei 5 e tal como tu, qd nos conhecemos nunca pensei que hoje ele fosse o meu marido. Coisas da vida.....
Fico à espera dos pórximos capítulos!
Beijinhos doces
Cláudia

cris disse...

Que engraçado amiga pensava que eras mais nova!!! Fiquei a conheçer-te um bocadinho melhor!!!
Beijinhos

Tiquinha disse...

apanhei-te!!!!
vai ao meu canto