quarta-feira, janeiro 28, 2009

Não sei se é de mim, ou isto anda tudo doido e cego?!?!

Ele é "freeports", ele é "apitos dourados", ele é "BPNs", "BPPs", "Isaltinos Morais", "Fátimas Felgueiras", "Casas Pias"... E não se passa nada, ninguém é responsabilizado ninguém faz nada... Estaremos todos doidos?!

Históricamente, os tempos que antecedem grandes mudanças e grandes "crises", são geralmente caracterizados por desmandes dos mais variados. Já assim foi antes da queda do nosso império ultramarino há muitos séculos atrás e voltou a suceder várias vezes ao longo da história. Longe de mim querer dar lições de história, mas antes fazer um enquadramento para ver se consigo achar alguma lógica na questão.

Desde tempos imemoriais que somos uns "gandas malucos" e uns "espertalhaços" com grande olho para o alheio. Senão vejamos, o nosso D. Afonso (o Henriques), que cobiçava aos espanhas e aos mouros o território e tudo fez para que tivessemos hoje este nosso pedacinho de terra à beira mar plantado. Ao longo do tempo, foi crescendo essa cobiça pelo alheio, e instituiu-se aquilo a que vulgarmente se chama o "chicoespertismo" nacional, que culmina com as histórias mais estapafúrdias de corrupção, luvas e roubo descarado, sem que exista alguém que pareça importar-se muito.

Vale tudo, e o certo é que o que interessa é roubar o mais possível, caso contrário corre-se o risco de ir parar com os ossos a uma cadeia. Ou seja: VOCÊ leitor atento (Sim VOCÊ)! Não pense em roubar um pão para comer... Traga logo o supermercado todo, roube patrão do supermercado e todos os supermercados da região... Otherwise... Vai para Custóias ou outra semelhante (isto porque vão encerrar Guantanamo, senão iria para lá ser torturado até à morte para saberem para que raio queria um simples pão).

Noutro dia, vi na tv, uma reportagem que por diversos motivos me interessa directamente. Uma fraude no Instituto de Emprego superior a 6 milhões de euros (SEIS MILHÕES!!??). Tenho seguido esse caso que ao que parece não suscita muita curiosidade e/ou revolta. Existe um funcionário arguido e outros contornos que não vou explicar aqui (a notícia está disponivel online quem quiser que a consulte).

O certo é que no acompanhamento da notícia, outro dia vi que pediam a demissão da chefe do dito Centro de Emprego, escarrapancharam o nome da mulher no jornal e toca a pedir a demissão. Até aqui tudo bem, só que ela não é a suspeita, nem foi constituída arguida. Pedem a demissão tão somente porque não conseguiu detectar uma fraude (ao que tudo indica bem montada e orquestrada) efectuada por um funcionário da instituição que chefia... E pasmem-se, o dito funcionário continua a trabalhar como se nada fosse e as provas físicas (que existiriam) a esta hora já se desmaterializaram... E querem demitir a chefe...

Esta é uma das histórias das que têm surgido e que têm impunemente passado do verbo ser no presente ao foi no passado. O alarmante é que ninguém parace incomodar-se ou revoltar-se com o estado da justiça em Portugal. Que fazem os juizes a estes casos?? Aliás que raio fazem os juizes nos tribunais portugueses?? Também recebem luvas??? Isto não é, não pode ser considerado normal. Estamos a caminhar para uma era em que uma pessoa honesta será considerada uma pessoa marginal...

Onde é que noutro país se vê um Vale Azevedo a pavonear-se de Bentley "ali ao lado" quando anda fugido da dita justiça. Onde se vê uma Fátima Felgueiras "in and out" no Brasil e ser recebida em apóteose depois de ter fugido à justiça para ter tempo de desmaterializar as provas. Onde se vê um funcionário a lesar o estado (nós pagantes, contribuintes!) despedirem a chefe e o tipo continuar a trabalhar e como é óbvio a roubar............................. Podia continuar por dias......

Será de mim?!!! Ou está tudo doido!

Beijos a todas

11 comentários:

Nina disse...

Está tudo mais do que doido!
Quando a justiça não funciona, o que esperar do resto?
Beijinhos 4*2

Grilinha disse...

É mesmo assim como dizes. Se roubas um pãozinho és um ladrão, mas se é para roubar mesmo a sério, então és um sr Dr...

É o nosso país.
Não nos podemos conformar, mas cada um de nós anda metido na sua vida.
Se não forem os políticos a fazer algo....ninguém faz.
Ora, esses, como se sabe, são os piores !!! Por isso é que isto está como está.

Beijos

Susana Pina disse...

Acho que está mesmo tudo doido, e o pior é que não conseguimos fazer nada. Infelizmente já quase nem consigo ver o Telejornal, porque me revoltam tantas (IN)justiças que andam por aí e que claro quem vem a apanhar por tabela somos todos nós. Não sei se antigamente era pior ou melhor, mas pelo menos havia mais respeito pelo cidadão contribuinte.
Um enorme bj
susana

Lita disse...

Olha depois de ver um histérica aos berros pela Fátima Felgueiras, a dizer que era uma Santa, porque a ela não lhe tinha feito nada mas que tinha alcatroado a rua da filha, já acredito em tudo!!!
Roubam milhões aos contribuintes, mas alcatroaram com certeza uma rua de 50 m por 1000 euros e isso faz deles uns heróis umas pessoas idóneas. Uma Santa dizia a senhora aos berros já quase sem voz de tanto berrar pela ladra.
E isto não é um caso de analfabetismo,é assim que anda Portugal.
Tenho dias que para ser sincera quase prefiro nem assistir aos noticiários. Sinto-me revoltada, com vontade de apertar alguns pescoços, mas não adianta, por isso mudo de canal.
Por vezes juro que prefiro viver na ignorância.

Está tudo doido, está mesmo e n´so deixamos.

Beijos

Anna72 disse...

Não é de ti, anda mesmo tudo doido... :(

Beijocas

Susana Pina disse...

eheheheeheh!!! Temos um novo loock!!!! Bem giro por sinal...
Beijocas
Susana

amora disse...

Não é de ti não. A loucura está mesmo instalada. O que é mau. Péssimo! Para mim não sentir qualquer confiança no Sistema que nos governa é dos piores sentimentos que se pode ter. Resta uma vez mais a esperança de que tudo melhore.

Um beijinho

Mãe da Tiz disse...

Está mesmo tudo doido e só tem tendência para piorar...
Um autêntica república das bananas este nosso país!

beijos***

Bem Me Queres disse...

É o país que temos! Enfim....

Desafiaste-me? Pois vou ter de me esmerar!

Beijocas nossas

Sónia e MI disse...

Concordo contigo, farto-me de comentar isso com amigos e familia, e o certo é que pensamos todos da mesma forma. Certo é que nada se faz, que niguém faz nada...enfim...

Kitty disse...

Sim, está tudo doido...
:(
Beijinho