segunda-feira, junho 29, 2009

De facto, não sei se fico ou se vou...

Quando inciei este blog, existiam ainda poucos. Eramos poucas a dar a "cara", e tive o privilégio de acompanhar de perto grandes batalhas. Pessoalmente ou via net, todas conheciam a história de todas e acompanhavam-se a par e passo todas as grandes etapas das nossas vidas. Acho que disse aqui, por diversas vezes, coisas que só me atrevia a pensar e jamais a verbalizar.

Conheci grandes mulheres, e vi nascer o maior projecto de todos: A APF - pela mão de algumas dessas grandes mulheres.

Em alguns momentos, considerei o abandono. De facto, aconteceram alguns episódios menos bons na nossa história bloguistica da infertilidade, o que gerou em mim uma grande vontade terminar e desligar-me de todo este "pequeno mundo" e esquecer que apesar da minha pequena/grande história bem sucedida, existem algumas grandes histórias de grande sofrimento por resolver.

No entanto, achei que pelo menos, ao meu "pequeno núcleo duro" devia a continuidade. Sem nunca alardear em demasia o que me vai na alma, mas mantendo um contacto, ainda que esporádico, para que quem ficou para trás sentisse que não foi (pelo menos) da minha parte esquecido.

O último desses elementos, segue agora o tranquilo caminho para a realização do seu sonho e eu por cá acho que a minha missão terminou, pelo menos naqueles parâmetros que me mantinham por cá.

Agora, o universo deste "pequeno mundo" estendeu-se e são tantas as histórias e tantas as personagens, que não consigo e não posso dentro das minhas parcas possibilidades temporais acompanhar.

A infertilidade vai acompanhar-me por muitos anos mais, de facto acho que não vou esquecer tudo aquilo por que passei para que se realizasse o pequeno/grande sonho de ser mãe. Vão existir pessoas que num pequeno sub-mundo ficarão ligadas a mim para sempre e espero acompanhar o crescimento de todos aqueles bebés de ouro gerados na época dos meus pequenos tesouros.

Ser mãe é de facto o maior de todos os sentimentos, o maior de todos os privilégios, mas também a maior de todas as provações. Com a maternidade muda toda a nossa vida, mudamos nós, e nada volta a ser sequer um esboço do que foi.

Não sou mulher de ter um blog para falar acerca de papas, dentinhos, ou gracinhas dos rebentos. Um "babyblog" não se enquadra no meu perfil, apesar de ser babada com todas as habilidades dos meus pequenos infantes, não acho interessante para ninguém saber se eles comem a sopa toda ou se fizeram duas ou três birras num determinado dia.

Portanto, enquanto considero a continuidade ou não deste espaço, vou pairando por aí.

Beijos a todas

18 comentários:

Pensamentos e Cª disse...

Amiga...será q a última grande guerreira do teu(e meu) núcleo duro é quem eu estou a pensar?? Caso seja, não deixo de ficar surpreendida por ninguém me ter dito nada, mas pronto...as pessoas lá sabem quem merece a sua amizade e provavelmente eu, por mais q tivesse tentado, não deverei ser uma delas :-(
Quando puderes dá-me notícias pf. Gostava de poder acompanhar esta gravidez, ainda q à distância.

Um beijinho
Alexandra

Sem Desistir disse...

Pois, eu não faço parte daquele "pequeno núcleo duro", mas posso assegurar-te que muitas vezes vim visitar-te, no intuito de continuar a acreditar e de não desistir do meu sonho de ter um filho. A verdade é que não podemos obrigar as pessoas a ter tempo e seguramente terás outras e mais importantes prioridades.
Só te posso agradecer cada palavra que escreveste aqui no teu blog. Eu adorei!

bjinhos

Grilinha disse...

Olha, eu não te acompanhei nessa altura. Mas gosto de te ler...quando te apetece escrever.
Vai aparecendo quando tiveres vontade. Há quem goste de ler. Eu gosto.

Continua, quando se justificar !!!! beijos

Lita disse...

Um beijo grande!

Até um dia destes...

Nina disse...

Como te compreendo, amiga!
Os meus cantinhos andam, assim, ao abandono, porque quando os releio fico com a sensação que já não há muito mais para dizer. O "Coisas minhas", passou a ser um babyblog-coisa que nunca me interessou fazer-, acabando, algumas vezes, por me repetir, visto que, como sabes, ainda mantenho o diário do meu Gui(em Word, para ser lido por ele, se quiser, ou por mim, apenas). Esse, sim, dá-me prazer mantê-lo actualizado (como não há marido nem mais filhos, ainda consigo ir lá de vez em quando relatar as proezas e as falhas do meu tesouro). O "Só eu", mais abandonado, ainda,foi criado para as minhas reflexões mais íntimas...mas até aí já sinto, muitas vezes, um enorme vazio.
Julgo que ter um blog activo fará sempre parte da minha vida, pela grande necessidade que tenho em escrever, mas que tipo de blog? Essa é a minha questão neste momento. A criação de algo de grande envergadura, que reúna experiências das escolas por onde passei, está, agora, nos meus planos...mas são tantas as escolas que não sei até que ponto teria o feedback que gostaria de ter dos colegas com quem partilhei essas experiências. Por outro lado, quando se é mãe, parece que toda a nossa escrita anda à volta da maternidade...e o vazio aumenta, ainda mais.
Quero que saibas (tu sabes) que gosto imenso de ti e dos teus meninos de ouro e que estarei aqui, à distância de um e-mail ou sms, quando quiseres/puderes partilhar um tempinho connosco.
Deixar de te ler é perder momentos de grande valor, porque tudo o que escreves é de uma riqueza genuína...que já pouco se encontra por aqui.
Beijinho gde dos 2*4

Nina disse...

Gravidez da nossa T?! É o que eu estou a pensar?! Deus seja louvado! Não tenho permissão para aceder ao blog dela, o que me levaria a dar-lhe uma tareia quando a visse de novo, mas agora não posso. Interpretei bem as tuas palavras?:)
Se sim, dá-lhe, pf, um enorme beijinho. Estou tão emocionada!

Nina disse...

P.S: Sim, estamos bem!
O meu Gui está tal e qual o teu L. Porque não se fazem mais meninos como a M?:)
Xi coração

Susana Pina disse...

Amiga, sabes que sempre acompanhei o teu cantinho, desde a altura em que ambas estavamos gravidas quanse do mesmo tempo. Devem ser poucos os posts que escreves-te que eu não comentei. Gosto da forma como te expressas, gosto da forma como vês a vida, sempre tão ponderada, tão humilde e sincera, nunca esqueces esta doença que também um dia fez parte de ti.
Espero que não abandones o blog, eu pessoalmente iria sentir muita pena. Ainda assim espero poder contar contigo no meu cantinho.
Um bj do tamanho do mundo
susana

Ana disse...

O que eu mais gosto deste BLOG em especial é o teu espírito crítico de mãe e mulher sobre o que nos rodeia.
Fico com pena se partires...

beijocas

Bem Me Queres disse...

Foi em palavras deixadas neste blog que mtas vezes reflecti. Tens um espírito mt pragmático que nos traz para a realidade das coisas e por isso adoro "ler-te".
Mas percebo que por vezes o tempo ou a própria vontade se esgote e detereminada tarefa deixe da fazer sentido. Tenho pena se deixares este cantinho, mas fico feliz por saber que apesar disso vou poder continuar a fazer parte das vossas vidas.
Por falr nisso, para qd o nosso lanchinho?
Beijocas nossas

amora disse...

Minha querida penso que não acrescentarei muito mais ao que já outras escritas aqui disseram mas tinha de deixar a minha opinião.

Sei bem o que é pensar em desistir do blog, eu própria já pensei nisso tantas vezes, no meu caso por motivos diferentes do teu. Mas ganhei um carinho tão grande àquele espaço que a desvinculação não é fácil e por isso continuo por lá.

Isto para dizer que percebo que possa fazer sentido fechar um ciclo mas, e pode ser egoismo da minha parte, acho que seria lamentável encerrar um blog de tão boa qualidade. Honestamente acho que os bons blogs se reduzem a uma minoria, do qual o teu faz parte. Apesar do teu percurso e mesmo do nome eu nunca encarei o teu blog como se remetendo em exclusivo para o tema da infertilidade. Pelo contrário é um blog muito bem escrito por alguém muito interessante. Por isso acho que mais vale posts interessantes mas menos assíduos do que o reverso.

mtos beijinhos

Nina disse...

Olá, amiga!
No dia 18 tenho um casamento, ao qual deveria ir, mas que estou a tentar evitar:). Como é na aldeia, se não me conseguir livrar, lá estarei, ainda, no dia 19, mas até lá ainda te digo alguma coisa.:)
P.S: não chegaste a dizer-me se a gravidez que anunciaste é da nossa amiga. Já agora, mete uma cunhinha por mim e pede-lhe que me mande um convite! (sou pedinte, eu sei!lol)
xi coração apertadinho

Bárbara - Sol e Lua disse...

Não estou a perceber nadica de nada?!!!!! Gravidez???

Entendo tudo o que dizes mas não entendo outras coisa,enfim....sou meia lerdinha.....

um beijão e gosto muito e ti, ainda que virtualmente!

Pronto, ja percebi que a gravidez não é tua.....

E de qualquer forma gostava de continuar a ter noticias tuas....pensa reflete e continua a dar breves noticias, gosto tanto de te ler.

beijocas

Nina disse...

Amiga, vou ter que privatizar de novo o blog, até ter tempo de copiar as memórias que lá estão, para o eliminar...por isso não te preocupes se não tiveres acesso. Mais ninguém terá, para além de mim:)
Xi coração aos 4*2

Sónia e MI disse...

Nós temos saudades tuas.
Porque sou desse "tempo" porque apesar da minha luta de um ano e meio não se poder comparar com outras bem mais complicadas, era desse "tempo".
Entendo-te mas sinto a tua falta.

beijinhos mto grandes!

Time Traveller disse...

«Não sou mulher de ter um blog para falar acerca de papas, dentinhos, ou gracinhas dos rebentos. Um "babyblog" não se enquadra no meu perfil, apesar de ser babada com todas as habilidades dos meus pequenos infantes, não acho interessante para ninguém saber se eles comem a sopa toda ou se fizeram duas ou três birras num determinado dia.»

Loooool
Pois, compreendo.
Às vezes, sinto o mesmo.
Que muitos blogs interessantes deixararm de o ser pois as mulheres que eu conhecia tornaram-se mamãs e só falam de "cocós".
Mas nem todos são assim.
E esse podia ser o teu desafio :)
Ter um blog teu... um blog de mulher...
Beijinho
Rodelinhas

Anónimo disse...

Behold on Our Master Prices at www.Pharmashack.com, The Amazing [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Apothecary's [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Interval to Terrific Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Secure a Signal Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] As a pass to Your Safeguard ! We Vend Maker regurgitate up [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !

Anónimo disse...

You could easily be making money online in the hush-hush world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat methods[/URL], It's not a big surprise if you have no clue about blackhat marketing. Blackhat marketing uses not-so-popular or little-understood ways to produce an income online.