quarta-feira, julho 16, 2008

Mais teorias

Antes de iniciar o périplo das teorias, aproveito para informar que os pips fizeram ontem 16 meses.

Estão enormes, o L tem à volta de 87 cm, e a M. 86. Correm tudo, mexem em tudo e principalmente ele, só faz asneirada... Ela já fala imenso e repete tudo o que dizemos, adoro a maneira como diz "tiaaaa", "Vacaa", "Camaa", "meninaa", tudo dito de uma forma muito certinha dando enfâse à última vogal, é linda. Ele mais trapalhão, lá vai dizendo umas palavritas atabalhoadas.

Em termos verbais, ela é mais desenvolvida, em termos motores sempre foi ele o mais desenrascado e continua a ser. Sobe para cima de sofás, cadeiras, camas, a maior parte das vezes acaba estendido no chão a chorar. Pendura-se em tudo e à conta disso já levou com uma mesinha de cabeceira em cima. Não posso perdê-lo de vista um instante, e mesmo assim elas vão acontecendo.

Em termos de sono (aí vêm as teorias), também, são muito diferentes os meus filhos.

Acho muito bonito que mães, amigas minhas e não só, teorizem acerca dos maus hábitos de dormir dos filhos dos outros. Quando me perguntam acerca dos hábitos de sono dos meus filhos eu até prefiro nem falar. Aparece sempre alguém pronto a dar um palpite, e como eu não pedi nenhum prefiro ignorar.

Os meus filhos, sofreram muito com as cólicas. Principalmente a M. passava horas a berrar e a contorcer-se com as ditas. Apesar disso, conseguíamos que tivesse um sono mais ou menos certinho à noite.

Já o L. sempre foi um bebé que apesar de não ter tantas cólicas como a irmã, sempre teve um sono muito instável, acordava e acorda muitas vezes durante a noite, chorava, queria companhia. Claro que numa fase inicial, a pessoa levanta-se 15 vezes durante a noite para ir acalmá-lo na caminha dele, mas depois, já derrotada pelo cansaço, a pessoa começa a trazer o puto para a nossa cama, e ele sossega, e nós sossegamos, e todos ficamos contentes.

Neste cenário, aos 3 meses tínhamos os putos a dormirem no seu quartinho, os dois, só que a verdade é que passávamos a noite em romaria, porque o L. acordava a chorar, a M. também acordava e tinhamos o circo montado várias vezes por noite. A coisa foi-se aguentando até que eu comecei a trabalhar a tempo inteiro outra vez. Depois disso, tomou-se a decisão de separar os gémeos... E os pais... Um fica num quarto com um, o outro com outro... (A mim calhou-me o jovem L. que dorme mal como o caraças...)

A psicologia é muito bonita... Mas é quando não se tem de trabalhar ao outro dia, ou não se tem trabalho de responsabilidade...

Evidentemente esta solução, apesar dos contras que tem, é uma solução boa para todos, porque conseguimos dormir umas horas seguidas, e até já umas (poucas) noites seguidas. É muito bonito ouvir mães cujos filhos dormem toda a noite desde os 2, 3 meses dizerem que se deve fazer assim e assado.

A verdade é que cada criança é um caso, e não devemos generalizar. Lembro-me de uma altura em que andava à procura de textos sobre "cosleeping", e encontrei um texto de um dos gurus da pedopsiquiatria americana, basicamente do que me recordo, e que foi realmente aquilo que achei importante foi o homem dizer que quando tinha tido o primeiro filho tinha seguido todas as teorias à risca, e tinha dado tudo errado. Então quando teve o segundo filho, comprou a cama maior que conseguiu encontrar...

Às mães que têm sorte que os filhos durmam toda a noitinha nas suas caminhas sem um suspiro sequer: Parabéns!

Às outras mães, cujos filhos acordam várias vezes por noite (o meu ainda esta noite acordou às 4 queria festa, dei-lhe leite às 5, e ele ficou acordado até às 6, e eu também), tenham paciência não estão sózinhas...

Beijos a todas

24 comentários:

Luciana Fernandes disse...

Eu sou das que tem sorte. A Ceci dorme toda a noite desde os 2 meses. E a partir dos 4 começou a dormir 11 horas seguidas, sem dar um suspiro sequer.
Mas nas noites de otites, constipações, narizes entupidos, sim senhora: ela vem pra nossa cama. E todos dormimos em paz...
Instinto de mãe e pai é que funciona. E mai nada!!!
:)

Ceres disse...

Achei este teu post muito interessante! Realmente, só que está dentro da situação é que sabe pelo que passa e as artimanhas que têm de ser usadas para dar a volta a cada capítulo da situação. E não creio que haja respostas boas e más, principalmente quando se tem dois filhos e cada um o seu ritmo e características.

Lamento apenas o facto de tu e o teu marido terem de dormir em quartos separados... mas de facto chega-se a uma altura em que sem descanso também não se bfaz nada... nem se vive como deve ser. Por isso, a janela dos quartos separados até pode ser uma das melhores soluções - pelo menos permite um descahnso diferente e, claro, mais disponibilidade de tempo e de cabeça para afectos noutras alturas do dia.

Simpatizo com a tua maneira de escrever, sempre "limpa", sem artifícios. És directa, clara, defendes o teu ponto de vista sem o elevar ao pico da perfeição e sem desdenhares das outras milhares de alternativas. E esse, creio, é o mal de muita gente que dá palpites - acha sempre que SÓ a sua teoria resulta na perfeição!

C'est la vie :) E, pelos vistos, a tua é uma Vie en Rose, pintada com as tuas próprias cores, original :)

Quanto a mim, a explicação... :) Desde que me conheço que sou apaixonada pela vida e pelas coisas que se vão cruzando no meu caminho. Pessoas, objectos, sentimentos, músicas, filmes, atitudes de outros... enfim, diariamente sinto-me atraída por tanta coisa. E vivo-as intensa e apaixonadamente mesmo! Seja o facto de o meu marido pegar, à noite, na guitarra e cantar-me aquela música que eu estou a ouvir mais no momento ou o olhar perturbador que alguém me dirigiu a meio do dia. Seja a maneira como aquele rapaz ajudou uma velhinha que caiu na rua ou aquela perspectiva fotográfica de um pezinho de criança recém-nascida. Seja a amizade que alguém hierarquicamente superior (boss, professor, etc.) demonstrou numa situação particular, seja o sorriso franco de uma empregada de loja ainda miúda quando me chama "minha querida". Seja aquel prato de raviolis fabuloso, cheio de fruta, ervas aromáticas e molho, seja a música linda queme despertou pela manhã e que entoei o dia inteiro. Enfim, se não fosse esta paixão por tudo quanto se me atravessa no dia-a-dia, a minha vida já tinha dado o berro por falta de berros de bebés e de noites mal dormidas ;)

Luna disse...

Meu desde mudei de quarto é noites boas, vou falar baixinho para não agoirar nas noites piores como tenho quarto solteiro já montado mudo-me para lá
tens razão num aspecto todos bebés são diferentes o que funciona num pode ser quebra cabeças noutros.
tenho uma colega está na mesma situação do que tu a muída tem 4 anos da-lhe noites pessimas quase desde nasceu
bjinhos
Luna

Nina disse...

Eu também sou das sortudas, mas nunca me atrevi a dar palpites, até porque sabia que quando o meu filho interrompesse o sono durante a noite, o traria logo para a minha cama! Foi o que acabei por fazer!:)
P.S: os teus filhos estão enormes!
A pediatra do Gui acha que vai ser grande como o pai(1.92)e ele é mais baixo que os Pipizes...Já pensaste em mudar as portas da casa?! E se os inscrevessemos, aos 3, numa equipa de basket?Sempre nos podiam proporcionar umas feriazitas quando forem muito famosos!lol
Pena a princesa não poder ficar na mesma equipa!:)
Beijinhos aos 4*2

Nina disse...

P.S2: parabéns aos pipizes pelos 16 mesinhos!

Lita disse...

Minha querida,

Sábia como sempre!!!

É por essas e por outras que eu não dou palpites e até tenho o hábito de dizer a amigas e até às minhas irmãs que eu não cuspo para o ar porque, um dia serei mãe, e pode aterrar-me na cabeça, como veja a tantas que dizem que fazem e acontecem...

Vocês são os pais, por isso cabe a vocês tomar as decisões que acham melhor para os vossos filhos. E não existe ninguém que tenha alguma coisa a ver com o que se passa dentro da vossa casa.

Parabéns pelos 16 meses dos teus principes.

Beijos grandes.

stardust disse...

Querida Luna, gostaria imenso de um convitezinho para o teu blog...

Beijocas

Anna72 disse...

Ora nem mais! Eu gostava de ver essas teóricas metidas no molho de bróculos...

Cada um sabe de si ;)

Beijocas

1gota disse...

Eu faço parte do grupo das que tem sorte.
E obviamente que cada caso é um caso, e o instinto é o melhor aliado dos pais!

:*

1gota disse...

(ahhhhhhh)
Parabéns pelos 16 meses!:)

:*

Barriguita disse...

Eu sou do grupo das mamãs de bebés com pouco sono... 4 vezes por noite também é a média.
palpites, sugestões, já ouvi tantos que até já me sinto tentada a escrever um livro sobre isso!!! a verdade é que nada funciona se eles não querem dormir e pronto. e realmente, apesar de saber (ou suspeitar) que muitas coisas não se devem fazer, o facto é que ao outro dia de manhã tenho de ir trabalhar e qualquer método, por mais que saiba que é mau, acaba por ser uma grande ajuda.

e mantenho a esperança de que um dia destes ele comece a dormir a noite toda...

beijocas

stardust disse...

Mais uma mamã com blogue "fechado"... Barriguita querida, gostava muito de te fazer uma visita, mas para isso preciso de convite!

Beijocas

Angela disse...

Eu sou das sortudas, mas acho que a qualquer momento a sorte pode mudar por isso não dou palpites nenhuns, porque sinceramente eu não fiz nada para ela dormir a noite toda na cama dela, acho que ela é assim e pronto.
Estão tão grandes os teus pipizes..gostava imenso de os conhecer mas sei que não queres por fotos deles e respeito.
Parabéns pelos 16 meses, daqui a nada são 16 anos e querem é dinheiro para ir jantar fora com os amigos e beber uns copos !!!
Beijos a todos

Anónimo disse...

Olá, já leio o seu blogue há muito tempo mas nunca me atrevi a comentar. Hoje não resisti.
Antes de mais muitos parabéns pelos seus filhos.
Eu tb tenho dois, uma menina de três anos e um piratinha de 20 meses.
Com a minha filha, tudo correu “sobre rodas”, sempre comeu lindamente e começou a dormir a noite toda desde recém nascida. Se calhar posso contar pelos dedos das mãos as vezes que me pus a pé para lhe dar de mamar. Dava-lhe mama às dez da noite e só acordava às seis da manhã do dia seguinte para voltar a mamar.
Com o meu filho foi tudo diferente, acordava de hora e meia em hora e meia para mamar e qd deixei de lhe dar mama, tinha ele 13 meses, mamava em média quatro vezes por noite. Agora já só acorda, normalmente, uma vez por noite, graças a Deus, mas só adormece com uma biberãozada de leite. Aos teóricos que me dizem para não lhe dar leite durante a noite só me apetece dizer para irem dar uma volta.
Pois é, como diz, haja paciência :)
Beijos,
Catarina

PS - É verdade, cheguei ao seu blogue através do blogue de uma amiga, a Musa.

PRINCIPES DO MEU REINO ! disse...

Querida amiga do Norte (carago),

O meu marido foi trabalhar para França+Espanha durante 1 ano e uns meses.. Os miúdos sempre me chamaram imenssssoooo de noite, uma vez contei 12 vezes!! A solução foi arranjar um colchãozito desdobrável e "abancar" no chão do quarto deles durante 8 mesitos!!
Eles começavam a rabujar e eu punha a mão na caminha de um, do outro e já está!!
Ainda hoje, já com quase 4 anos, eles de vez em quando vêm dormir connosco.. solução o Dinis com o Papá e o Bobby (um cão de peluche) do escritório e o Fon comigo na camita!!

Como nunca ouvi dizer que dois gajos de 18 anos durmam com os pais, presumo que até lá eles desistam!!

Beijitos
Pat

Bárbara - Sol e Lua disse...

O meu menino é de facto piquinininho.....o teu L mede já tanto como o Kiko mede com 2 anos e 3 meses!!!!!!

Ahhhhh...acho que o nome vencedor do micro é mesmo L:-)

Ainda ando a ver se o pai aceita pq gosta mas diz que ainda não sabe a 100% só a 98%!!!! Portanto a mãe já chama L e tudo!

Bjocassssssssssssssssssssssssssssssss

Anónimo disse...

Olá! Leio imensas vezes o teu blog e hoje não podia deixar de fazer um comentário.
Eu sou das mães sortudas que tem 2 gémeos (rapazes) que dormem a noite toda.Têm 11 meses e já o fazem sensivelmente desde os 6.
Não poderia estar mais de acordo contigo, de que os outros têm as suas teorias, mas nós como mães é que sabemos o que se passa com os nossos filhos.Isto já me faz lembrar aquela velha frase que nós vítimas de infertilidade ouvimos tantas vezes:"Quando menos pensares, estás grávida".Pois, a mim aconteceu apenas no 5º ttt.
Cada vez mais prefiro ignorar os comentários dos outros, que me irritam solenemente.
Parabéns pelos 16 meses dos pipizes e continua frontal sempre:)
Cláudia, Miguel e Tiago

Kitty disse...

Parabéns pelos 16 meses!
:)
Aqui ao lado também, há um piqueno que chora toda a santa noite! Não me acorda, mas se eu acordar por alguma razão, seja a que horas for, lá ouço o choro...

Beijinho

Nina disse...

E se te disser que acabaram de me ligar a agendar a escritura para DIA 28!Iupi!
Preciso de uma empresa de mudanças...conheces alguma?
xi

Ceres disse...

Levantaste outra questão - a banca!

Apesar de eu achar que só lá vai quem quer, a verdade é que a partir do momento em que as pessoas não se conseguem controlar, a banca devia ser corresponsabilizada!

Se uma pessoa adquiriu um crédito para habitação e tinha taxa de esforço para o fazer, tudo bem. Mas todos os outros créditos que vieram por acréscimo e para os quais não tinha solidez monetária de esforço, então os bancos que lhe concederem esse crédito deviam ser também chamados à pedra!

Mas não só a banca... qualquer loja que desse cartões de crédito, também! Na minha opinião, devia haver cruzamento desta informação, ou seja, quem fosse adquirir um cartão de crédito do Jumbo, do IKEA ou do El Corte Inglés, por exemplo, devia ser impedido de o fazer por já não ter taxa de esforça para tal!

Sinceramente, não sei onde isto nos vai levar... não costumo ser pessimista mas antevejo um futuro próximo muito negro para Portugal :( Uma bancarrota, mesmo. Não só por estas situações mas também pela crise energética. Espero estar enganada mas acredito que não falta muito para isto tudo entrar em falência, os bancos congelarem contas, o dinheiro desvalorizar da noite para o dia, o desemprego aumentar vertiginosamente, as pessoas ñas cidades não terem sequer o que comer e começar uma onda de assaltos gravíssima. Ainda havemos de abandonar as nossas casinhas na cidade e voltar todos para o campo plantar legumes e criar frangos!

Ceres disse...

A questão da corresponsabilização da banca faz sentido para mim pois olho para eles como olho para um traficante de droga.

Não é o facto de se saber quea drogas fazem mal e que podem levar a danos irreparáveis que faz com que os traficantes não tenham culpa alguma de andarem a oferecer/vender droga às portas das escolas...

Bem sei que se trata de algo mais grave mas acho que apenas por ser um crime e estar tipificado na Lei.

Mas estes "senhores" que impingem crédito talvez também andem a matar algumas pessoas (de problemas do coração, de suicídio, etc.) e ninguém faz nada. Eles alimentam os pobres coitados com dinheiro "fácil" e os outros com drogas... o dinheiro "fácil" tb pode ser visto como uma droga, não? Acho que sim...

Daí a minha posição face à banca... e olha que tenho 5 bancários na família!!!! Por isso sei bem o quanta agressiva é a banca!

Mas claro, em última instância cabe à pessoa decidir... ninguém é obrigado a nada com uma pistola apontada à cabeça Looool

Bjs para ti e para os teus meninos :)

Grilinha disse...

Boa post, rapariga.

O JP teve cólicas, mesmo assim davam algumas tréguas durante a noite...sempre foi uma pedra para dormir à noite, desde o1 mês e meio/ 2 meses.

Já a sesta...detesta-a , mas bem precisa dela.

Qdo ficava doentinho, dormia na minha caminha e punha-se bom num instante. Mas os miúdos não são iguais e até o mesmo miúdo chega a mudar em determinada idade...

Instinto de mãe: o melhor dos guias. Podes ter a certeza.
Um beijo

Ana disse...

Eu tenho 3 alarmes no telemóvel para acordar à 1h da manhã para lhe ir dar o biberão da noite... senão, sei que ela acorda por ela às 2h e é um stress! é 1 minuto até que eu consiga que o leite aqueça no microondas, mais 10 segundos para eu chegar da cozinha ao quarto dela e lhe enfiar o o biberão na boca... só assim o silêncio volta a reinar no prédio! E para os vizinhos, cerca de 2minutos de berreiro é MUITO tempo!
Depois, volto para a cama como se me tivesse passado o camião por cima, (se consegui acordar à 1h... porque se só acordei com ela parece que me caiu o Evereste em cima).
Quando vêm dentes novos, ela entope o nariz... assim sendo, acorda 3 a 4 vezes por noite... e eu lá vou...
Ando sempre cheia de sono...

Por isso, mesmo quando eles dormem bem a noite toda normalmente... mãe que é mãe compreende-te...

Beijocas ENORMES :****

Sónia e MI disse...

Já sofri muito com os soninhos da Mi, agora o mais complicado é fazê-la dormir, depois disso só acorda 12 horinhas depois :D

beijocas.